Voltar

Hackers criptografam o equivalente a 10 anos de dados do governo argentino



Hackers criptografam o equivalente a 10 anos de dados do governo argentino

Cibercriminosos exigiam dinheiro em troca da liberação dos dados. Valor de resgate não foi informado

Da Redação

11/12/2019 às 15h45

Foto: Shutterstock

Cibercriminosos criptografaram mais de 7 Terabytes de arquivos confidenciais, pertencentes ao governo da Argentina, em um ataque contra um data center no pa√≠s, segundo informa√ß√Ķes da Ag√™ncia de Not√≠cias San Luis (ANSL), imprensa oficial do Governo da Prov√≠ncia de San Luis, Argentina.

De acordo com a ag√™ncia, o ataque ocorreu durante o dia 25 de novembro deste ano. Em entrevista √† ag√™ncia de not√≠cias, Alicia Ba√Īuelos, ministra da Ci√™ncia e Tecnologia do pa√≠s, contou que que o data center invadido j√° conseguiu recuperar cerca de 90% dos dados criptografados pelos cibercriminosos.


No total, 7.700 GB de dados foram criptografados. Esses dados somariam aproximadamente 10 anos de informa√ß√Ķes do governo. "A descriptografia dos arquivos levar√° pelo menos 15 dias, principalmente devido ao tamanho do arquivo", explicou Ba√Īuelos.

O valor de resgate exigido pelos cibercriminosos em troca dos arquivos não foi informado, mas a agência sugere que seja algo entre 0,5 e 50 BTC que em dólares ficaria algo entre US$ 37 mil e US $ 370 mil.

"Trata-se de um sequestro de informa√ß√Ķes ao exigir um resgate e √© um crime internacional porque n√£o se sabe de onde vem o ataque. N√£o temos certeza se que quem est√° enviando essa mensagem √© quem realmente criou o software. Por outro lado, pagar significa que essas pessoas que fazem isso ainda ter√£o recursos para desenvolver ferramentas e continuar atacando‚ÄĚ, comentou Ba√Īuelos